Semana Casa das Rosas

#casadosoutros: Casa das Rosas, jardim, flores. São Paulo. Fotos Marco Antonio.

É tempo de rosas

Ela estava lá como sempre esteve desde quando foi concluída, em 1935. Casa das Rosas, um projeto do arquiteto Francisco de Paula Ramos de Azevedo para sua filha. Mas naquela segunda de uma manhã de outubro, essa mansão tombada de estilo clássico francês, acuada entre os prédios da avenida Paulista, em São Paulo, deve ter despertado muita gente que passava correndo para o trabalho ou para a consulta com o dentista. É que o roseiral estava perfeito – dava para sentir o perfume de mil rosas. Dava também para imaginar, imaginar muitas coisas: o que será que seus moradores originais faziam atrás das janelas de seus 30 cômodos, o que conversavam, como se vestiam, o que bebiam, como cuidavam das flores? Hoje, quem trata delas é um incrível jardineiro, o Adenilson Oliveira Santos Jr (tel. 11 95814-6433). “As desfolhadas devem ser podadas para que outras venham”, ensina.

Por que a Casa dos Outros Casa das Rosas é linda? Porque foi feita por um pai para uma filha, porque é clássica, porque cheira a mil flores. 

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz